Skip to content

O Motorista Sem Nome

12 de março de 2012

Á todos os companheiros (as) de classe

Por: Vinícius Kepe

Com a finalidade de colocar em prática tudo o que aprender em sala de aula é que deixo minha primeira colaboração para este blog. Gostaria de agradecer, novamente, a iniciativa dos alunos Matheus José Maria e Carolina Yasuda por criar este espaço e uma forma de expressarmos nosso interesse por determinado assunto.

Vamos todos participar e transformar este blog em um domínio cheio de informação. Não vamos deixar que o medo de errar, impeça que possamos escrever. Aqui somos todos alunos e, por isso, estudamos para trabalhar nossas dificuldades. Compartilharemos erros, mas também, nossa evolução como jornalistas.

Para começar, gostaria de compartilhar algumas informações e meu ponto de vista sobre um filme que vi hoje (10) no cinema. Longe de ser uma crítica, que tem por natureza avaliar dados técnicos, e isso necessita de um estudo amplo e profundo no assunto, o que deixo pra vocês é o que chamados de resenha. Espero que o post contribua de alguma forma para despertar a curiosidade dos leitores.

Image

Drive

(Estados Unidos – Drive, 2011)

100 min – Ação

Drive nos surpreende com um roteiro, escrito por Hossein Amini, baseado no livro de James Sallis onde, um motorista, muito hábil em seu ofício, divide os dias de sua triste rotina entre, ser motorista dublê de Hollywood e de pequenos serviços para criminosos. Em certo momento, conhece sua vizinha e seu filho, criando uma relação afetiva da qual, percebe-se, lhe fazia falta, e que, cujo marido está atrás das grades. A história se complica quando, ao sair da cadeia e, devendo alguns dólares, o pai do garoto é pressionado por gângsteres e consequentemente tendo sua família ameaçada. Sendo assim, pelo sentimento de apreço á mulher e seu filho, o Motorista oferece ajuda para tentar resolver o problema. Revelando ser muito mais sobre um simples motorista, triste e reservado, o filme caminha para momentos de grande suspense tensional, seguidos de diálogos muito bem construídos.

Dirigido pelo dinamarquês Nicolas Winding Refn e apresentando um elenco que faz jus ao longa, como: Ryan Gosling, Albert Brooks, Ron Perlman, Oscar Issac, Bryan Cranston, Christina Leos, o filme nos insere em um respeitável trabalho artístico.

O Motorista (assim é denominado o protagonista) nos remete a um ícone muito famoso do cinema western criado nos anos 60 por Sergio Leone. Conhecido como “Homem Sem Nome” e estrelado pelo veterano e cultuado Clint Eastwood. Com poucas falas e um comportamento reservado, o personagem, traduz perfeitamente como leva sua vida e encobre seu misterioso passado.

Contudo, mesmo sobrando elogios feitos por grandes críticos de jornais, revistas e sites, é bom lembrar: não vá ao cinema assistir o filme com uma expectativa de ver efeitos especiais espalhafatosos, trilha sonora com hits do momento, que, aliás, as selecionadas, são bem colocadas nas cenas com músicas dos anos 80, e piadinhas clichês. Drive pode ser considerado, pelo público que não pretende criar vínculos com o melhor das produções cinematográficas e que, vai somente para apreciar filmes comerciais que ocupam cinco salas (ou mais), como um filme chato, parado e sem emoção, traduzindo: um filme tedioso.

Premiações

Vencedor de Melhor Diretor – 61º Festival de Cannes (2011)

Indicado para Melhor Ator Coadjuvante (Albert Brooks) – 68º Globo de Ouro (2012)

Anúncios

From → Cinema

One Comment
  1. Carol Pascally permalink

    Adorei o post , confesso que ainda não assisti o filme.
    Proxima passadinha no cinema será ele.
    Gosto muito da atuação do Ryan Gosling.

    Parabéns pela reportagem xuzi !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: