Skip to content

Sistema de cotas raciais. (Ou como chamar toda uma raça de incapaz de uma forma politicamente correta).

20 de março de 2012

Racismo é hoje em dia uma palavra proibida, maldita e mal-vista em um país onde isso não existe e todos são iguais perante os olhos vigilantes do Estado. Mas se isso não existe, então porque existem coisas como o sistema de cotas?

Sabemos (mesmo alguns ignorando) que temos uma dívida com os negros que trouxemos a força para nos servir como animais e com os índios que expulsamos de seu próprio país, e acreditamos também que não existe racismo no Brasil nos dias de hoje, mas duvidamos prontamente que tampouco existe a igualdade de condições e direitos.

Esse débito que está em aberto há 500 anos e sem previsão alguma de ser quitado assombra a sociedade que, para apaziguar sua consciência, cria sistemas de compensação que lhes dão a absolvição tão preciosa e de bônus da a sensação de justiça sendo feita aos que são atendidos por esses sistemas.

Nos dias de hoje vemos um crescente movimento de valorização cultural e de orgulho da raça negra o que é extremamente válido, já que essas pessoas são (obviamente) negras e não existe motivo algum para terem vergonha disso, mas por que se contentar com coisas como cotas ao invés de lutar para terem uma posição melhor na sociedade?

Como disse antes, as condições não são iguais, isso é um mito, mas até onde a inércia e o comodismo proporcionado pelo papel de vítima são responsáveis por não haver mudanças nesse quadro? Cito um caso de um amigo meu que ao entrar no banco para sacar seu dinheiro, foi barrado pelo segurança que colocou a mão em seu peito e perguntou “onde você pensa que vai negão?”. Ao me contar isso fiquei de fato indignado e pensei que ele teria feito uma denúncia, um boletim de ocorrência ou qualquer coisa do tipo que mostrasse que ele não é um coitado que depende de pessoas que lutem por ele, mas para minha surpresa ele não fez nada e disse que não faria “Porque não vai dar em nada”. E não vai dar em nada mesmo, nenhuma autoridade vai saber disso para que uma providencia possa ser tomada, nenhum meio de comunicação irá ficar sabendo para jogar na cara dos hipócritas que ainda existe (e muito) o racismo no Brasil e realmente ele está certo: Não vai dar em nada.

E para que brigar se eles têm o sistema de cotas? Vou te chamar de macaco, mas fique tranquilo, você terá uma cota em um concurso público depois. Vou falar que preto só faz merda, mas não se enerve, afinal vou te dar uma cota no vestibular. Acho que até mesmo nessa situação, a lei do mínimo esforço prevalece e porque não ser a vítima se posso tirar vantagem disso?

Os brancos realmente erraram e muito com os negros, trouxeram-nos a força para o Brasil, desfizeram famílias, mataram irmãos, humilharam reis, mas ninguém fala que várias tribos africanas participaram ativamente do processo de escravatura ao vender vários outros negros que eram cativos de guerras vencidas. Então onde uma raça é melhor ou pior que a outra? Onde está o ponto que determina quem é vítima e quem não é? A culpa de tudo isso não é só dos brancos e tampouco só dos negros. A culpa de tudo isso é de uma única raça: a raça humana.

Sinceramente eu sou contra o sistema de cotas e não porque eu já perdi uma vaga para um afrodescendente em algum concurso ou algo do tipo, mas porque me recuso a aceitar que uma raça com uma história de vitórias e conquistas tão grandes quanto o sofrimento que lhes foi imposto ao longo do tempo, ache justo e digno aceitar migalhas do branco mau que ainda os domina, não com chicotes e ferros, mas com um sistema onde ainda são visto como inferiores e pior, onde os negros se colocam como inferiores ao aceitar essa situação.

Realmente o sistema de cotas foi a forma politicamente correta que arrumaram de chamar os negros de incapazes sem que isso gerasse protestos ou revoltas em uma sociedade em que se dá tanto valor as diferenças entre as cores e é incapaz de perceber que elas são apenas “partes” que juntas poderiam gerar a luz capaz de extirpar a ignorância que ainda prevalece, e infelizmente prevalecerá por um bom tempo já que floresce exatamente na ausência da luz.

Matheus José Maria

Anúncios

From → Diversidades

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: